Medicina

Mulher é indenizada após 'perder a virgindade' durante exame ginecológico

Mulher é indenizada após 'perder a virgindade' durante exame ginecológico”

Uma mulher de 29 anos passou um constrangimento inusitado durante um exame ginecológica.

Uma mulher russa, de 29 anos, recebeu uma indemnização, no valor de 757 euros após ter perdido a virgindade durante uma consulta de rotina de ginecologia, em Novosibirsk.

De acordo com a publicação, a paciente, que é cristã devota, e o noivo acreditavam que era dever dela se casar virgem. As informações são do "Siberian Times".

"Foi minha primeira consulta médica e eu disse a ela que ainda era virgem", afirmou a jovem, que preferiu manter o anonimato. "Senti dor durante o exame e vi sangue na luva da médica. Ela então disse que o meu hímen tinha sido parcialmente rompido", disse a vítima. A paciente recorreu à Justiça e foi indenizada em cerca de R$ 2.500.

A sua advogada, Tatiana Popova, considerou que a decisão do tribunal foi "histórica". "Estou satisfeita, porque na Rússia estamos apenas começando a reconhecer casos de danos morais", disse.

Esse é o primeiro caso de indenização por perda de virgindade em cadeira ginecológica no país.



Somo este

Más reciente




Rekomendado